O BLOG DO BOEIRA AINDA ESTÁ EM FASE DE CONSTRUÇÃO.LIGUE E ENTRE EM CONTATO COM O COLUNISTA:(51) 8404-7374

sábado, 4 de junho de 2011

O CASO DAUDT

A HISTÓRIA COBRARÁ SEMPRE A VERDADE:
QUEM MATOU DAUDT?

Se tiver algo que intriga muito a todos é o Caso Daudt – o jornalista e deputado morto justamente na noite que antecedia o Dia Mundial do Meio ambiente. Daudt era autor de um projeto de lei polêmico na época, que proibia o uso do gás CFC danoso para a camada de ozônio e que se tornou comum no desenvolvimento industrial. O gás passou a ser utilizado em produtos que emitiam o clorofluorcarbono, que ao atingir a camada de ozônio destruia as moléculas que a formam (O3), causando assim a destruição dessa camada da atmosfera. Sem essa camada, a incidência de raios ultravioletas nocivos à Terra fica sensivelmente maior, aumentando as chances do câncer.

Era um sábado frio,muito semelhante a este. Propício para o crime. Poucos se aventurariam estar na rua naquela noite gelada. Bem, falei poucos... Além do assassino e dos fãs da banda Legião Urbana, que tocava em Porto Alegre, no Gigantinho, naquele momento do crime. Foi realmente um crime com música.Estávamos nos marcantes anos 80. Eu, adolescente adorava a Legião Urbana, mas não tinha dinheiro para ir ao show. Fiquei em casa escutando o meu rádio, embaixo das cobertas, quando entrou o plantão – MATARAM O DAUDT!

JOSÉ ANTÔNIO DAUDT: Um mistério que permanece

Por volta das 22h20min, o assassino puxou duas vezes o gatilho de uma espingarda de caça calibre 12, na gélida noite de 4 de junho de 1988, no bairro Moinhos de Vento, um dos mais chiques de Porto Alegre. Restará a vítima, o Daudt, morto aos 48 anos - pulmão, perna, braços e coração perfurados por grãos de chumbo.

Daudt marcou não só os anos oitenta, como os 70 também. Jornalista combativo, dos socos na mesa e gritos por justiça. Ninguém tinha coragem de falar mais alto que Daudt. Quando ouvi a notícia eu não acreditei. Quem teria a coragem e a ousadia de enfrentar Daudt? Mas, foi uma emboscada covarde. Ele não teve chances de defesa. Se tivesse, o assassino certamente não arriscaria.

Em 2008 o crime que chocou os gaúchos prescreveu. De fato, fora as polêmicas pessoais e profissionais, Daudt fez história no rádio do Rio Grande do Sul. Em meados dos anos 1970, chamava a atenção com o seu Opinião Pública, na Difusora (hoje Band AM), enquanto, no canal 10, no Portovisão – o principal concorrente do Jornal do Almoço, da então TV Gaúcha –, marcava com uma porrada o fim de seus comentários. Depois, já na RBS, ocuparia, com o Gaúcha Repórter, as tardes dos 600 kHz, consolidando um novo espaço dedicado ao jornalismo. Pela primeira vez, a música ficava de lado na programação vespertina, dando lugar a entrevistas, debates e participações de repórteres. Assim lembrou bem Luiz Artur Ferraretto no blog - Talvez a melhor definição a respeito dele seja a da excelente série de reportagens publicada pelo jornal Zero Hora na semana da prescrição do crime: Caros Ouvintes
 
“Fumante, ele presidiu um clube de corredores de rua. Belicoso, nunca foi visto distribuindo tiros ou socos. Destemido, teve de ser empurrado em algumas de suas mais importantes decisões profissionais e políticas. Charmoso para as mulheres, envolveu-se em casos homossexuais que, passados 20 anos de sua morte, ainda despertam um misto de escândalo e incredulidade. Vivo, foi um símbolo. Morto, um mistério. Múltiplo em sua singularidade, José Antônio Lopes Daudt passou à história como quem ingressa numa casa de espelhos onde nada é o que parece e tudo está fora do lugar.” CLIC PARA VER A REPORTAGEM DO CASO

O jornalista David Coimbra (Zero Hora) é sem dúvida um dos maiores estudiosos deste caso. Até um livro editou. Esgotou. Confira como ele descreveu os primeiros momentos do crime. DETALHES DA NOITE DO CRIME

Passados 23 anos, o Caso Daudt permanece como um alerta sobre os limites, as competências – e as incompetências, por que não? – tanto de jornalistas, políticos e autoridades como de policiais. A Justiça tardou e não aconteceu. A verdade um dia poderá aparecer. A história vai cobrar para sempre – QUEM MATOU DAUDT?

Nenhum comentário:

Postar um comentário